Geral

Hoje eu pensei em você

Toda pessoa que escreve espera que alguém a leia. É na hora que escrevemos, que nos deixamos levar.

Quando se inicia um blog, parte-se do pressuposto que: vou ter sucesso. E diante de tantos afazeres, você para pra pensar se era isso mesmo… e se não se organizar, você perde o controle.

Já comecei outros blogs, outros personagens, já usei pseudônimos engraçados, mas O Bar Feminino, veio pra ficar, e mesmo que eu demore, mais de 02 meses para postar, eu sempre estarei aqui. 🙂

Diferente de algumas pessoas.

Nós sabemos que cada um segue seu caminho, e que apesar de escolhermos, nem sempre somos escolhidos. Já parou pra pensar o quanto dói, ver que você não faz mais parte da vida desse alguém –
alguém que parecia deixar sua vida sem sentido caso não estivesse nela, hoje segue normalmente.

Mas em dias, dias como hoje, uma foto não apagada, uma mensagem que não foi enviada… um gaveta que vai ser limpa. Costuma trazer tudo o que um dia você acreditou que realmente era tudo.

Aquele amor, que você imaginou casando, que iria constituir família. Aquele que você emoldurou ao lado, na cabeceira da cama, para que fosse a primeira e a última coisa que veria todos os dias. Aquele que você jurou ser único e inesquecível. Aquele amor, que intitulava o seus contatos… e hoje você jura nem lembrar.

Ou, aquela amiga, que apesar de não ter se tornado sua inimiga, não faz parte da sua vida. Aquela que você sabia os horários, lembrava o número de cor, em emergências discava sem nem lembrar do 190, quando sua mãe perguntava, você era capaz de detalhar a vida, de escrever uma biografia. Hoje, você se tornou um número – um contato, que nunca aparece nos recentes.

Hoje, você pode até sentir saudade do ontem. Mas, mal pode esperar pelo que amanhã lhe reserva.

E vocês, sentem falta de alguém? Conta pra gente.

Beijos,
A Redatora Desabafando.

Anúncios

2 comentários em “Hoje eu pensei em você

  1. Demorei, mas eis-me aqui com meu comentário. hehe

    Em primeiro lugar, parabéns pelo blog! Ficou muito bonito! Espero que você continue alimentando-o constantemente e conte comigo como um leitor assíduo de seus textos.

    Quanto ao texto, sim, eu sinto falta de muitas pessoas, mas cheguei à conclusão que isso são coisas da vida e nós nunca entenderemos a razões para que tudo isso aconteça. Cabe-nos apenas buscar a melhor forma de conviver com isso.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s